Entrevistas

Eng. Civil Rogério Novaes

Conselheiro Titular do CREA-SC

Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Santa Catarina

CURRÍCULO

 

FORMAÇÃO PROFISSIONAL 


Engenheiro Civil, formado pela Escola de Engenharia da Universidade Federal do Estado do Paraná, turma 1981. 


Especialista em Economia de Empresas, formado pelo núcleo de pósgraduação da Universidade Federal do Estado de Santa Catarina, turma 1988. 

 


ATIVIDADES INSTITUCIONAIS DA PROFISSÃO 


Ex-Presidente do CEAJ – Centro de Engenheiros e Arquitetos de Joinville, entidade precursora do Sistema CONFEA/CREA/MUTUA. 


Ex-Presidente da FAEASC – Federação das Associações dos Engenheiros, Arquitetos, Agrônomos e demais Profissionais do Estado de Santa Catarina. 


Ex-Presidente do CREA-SC – Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Santa Catarina (Durante o mandato o Conselho ainda incluída os profissionais da arquitetura). 


Foi Presidente da Comissão de Ética do CREA-SC 


Em 07/12/2016 foi reconhecido pelo CREA-PR como profissional “sênior” após cumprir 35 anos consecutivos da atividade de Engenheiro, com registro naquele regional.

 

Cumpriu diversos mandatos como conselheiro do CREA-SC 

 

Atualmente é Conselheiro Titular do CREA-SC representando a AJECI – Associação Joinvillense de Engenheiros Civis. 


Recentemente (2018) laureado pela Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina pelo cumprimento de relevantes e notórios serviços prestados às profissões da engenharia em sua gestão na presidência do CREA-SC. 

 


ATIVIDADES PROFISSIONAIS 


Foi Diretor de Engenharia, 1982/1989, da Construtora Camilotti Ltda., incorporadora de verticalizações com atuação nos estados de Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso. 


Atualmente é Diretor de Engenharia da Marco Zero Engenharia Ltda., empresa atuante no mercado há 26 anos, cumprindo trabalhos em diversas unidades da federação, especializada em consultoria de engenharia, com sede na cidade de Joinville-SC. 


Em seu curriculum de atividades consta participação em execução e/ou projetos de mais de 2.000.000 m² em área de edificações.

ENTREVISTA

Qual é a sua expectativa em relação ao tema a ser tratado no 25º CBENC ? 
 

O tema central do 25 CBENC; "Engenharia Civil - Conhecimento e Base para o Desenvolvimento", é absolutamente justo e correto para o momento em que o País se encontra. Desde de antes de sua regulamentação a profissão de Engenheiro(a) Civil já mostrava sua importância, suportando bases sólidas ao desenvolvimento do Brasil. É fácil perceber que a Engenharia Civil Brasileira desenvolveu suas próprias técnicas, afastando-se gravemente da dependência externa, levando o nosso País a patamares muito superiores a boa parte do mundo, sendo paradigma nos quatro cantos do primeiro mundo. Essa 25ª edição do nosso Congresso reforça toda essa construção, sendo sem sobra de dúvida uma grande oportunidade para troca de experiências com derramamento do conhecimento acumulado pelos colegas profissionais da área. Minha expectativa sobre o Congresso é de êxito absoluto, firmando marco importantíssimo na Engenharia Civil Brasileira.



Como o tema da sua palestra contribui para conhecimento e desenvolvimento da engenharia ? 

Quanto ao tema que irei apresentar: "Atribuições Profissionais do Engenheiro Civil" a ideia é mostrar o quão é importante os profissionais Engenheiro e Engenheira Civis estarem esclarecidos sobre seus direitos, compromissos profissionais e a atualização permanente do conhecimento frente às demandas da sociedade, com olhar no mercado visto que justamente por ser a Engenharia Civil uma área estratégica do conhecimento e atuação técnica, a dispersão dessa boa energia permitirá invasões danosas à nossa profissão. Também mostrarei o que ocorreu em Santa Catarina, formando paralelo entre a dispersão da comunidade e o desastre ocorrido, de forma transitória, em nossos direitos.
 

Palestra 5 - Atribuições Profissionais do Engenheiro Civil

08/08/2019 (Quinta-feira) - 14:30 - 15:30